Legião Urbana Uma Outra Estação
Bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet

eXTReMe Tracker
 

A Tempestade ou O Livro dos Dias

Período de Gravação: Janeiro a Junho de 1986
Data de lançamento
: 20 de Setembro de 1996
Produzido por: Dado Villa-Lobos e Legião Urbana
Gravadora: EMI
Vendagem: 996 mil cópias

Músicas:

  1. Natália
  2. L'Avventura
  3. Música de Trabalho
  4. Longe Do Meu Lado
  5. A Via Láctea
  6. Música Ambiente
  7. Aloha
  8. Soul Parsifal
  9. Dezesseis
  10. Mil Pedaços
  11. Leila
  12. 1º de Julho
  13. Esperando por Mim
  14. Quando Você Voltar
  15. O Livro Dos Dias

Compre sem sair de casa

Após 3 anos sem gravar, o álbum era mais do que esperado. A música de trabalho "A Via Láctea", veiculada nas rádios à partir de 29 de agosto, traçava uma idéia de como seria o álbum.

No início de 1996, Renato Russo adoece e entra em crise depressiva profunda. Os trabalhos de gravação do disco foram interrompidas várias vezes e duraram cerca de 6 meses.

O clima do CD é pesado e depressivo, mas são 65 minutos de genialidade da maior banda de rock brasileira de todos os tempos. Dizem que muitos dos grandes poetas fizeram suas melhores obras as vesperas da morte, talvez o mesmo que aconteceu com Renato. Destaque também para os músicos, a qualidade do som é fantástica.

O disco abre com "Natália", letra amarga, rock típico, seguindo com "Música de Trabalho", a opressão do trabalhador, "Longe do meu Lado", mostra a fragilidade do poeta. O disco passa por "Dezesseis", este é mais uma das historinhas típicas de Renato, ingênua e com ritmo bem legal, acho que a mais tocada depois do falso-otimismo de "A Via Láctea". Ainda temos "Leila", mais uma música cotidiana. "Esperando por Mim" é outra obra-prima de Renato, se existe uma música que emociona ao ouvir, é esta. Enigmática, retrata a volta pra casa, os amigos, o carinho. Uma guitarra indecifravel e fantástica. Canção realmente perfeita. Renato sem dúvida fez deste disco uma despedida. E que despedida. O disco termina com "O Livro dos Dias", que é outra obra-prima de difícil interpretação.

Neste trabalho, não aparecem agradecimentos, nem a frase em latim presente em quase todos os álbuns "URBANA LEGIO OMNIA VINCIT" (Legião Urbana vence todas as coisas). Renato recusou se a tirar fotos para este álbum e fez dele uma carta de despedida aos fãs. Após as gravações, em junho de 96, Renato se isola em seu apartamento muito abalado fisicamente por causa de uma forte pneumonia. Renato era soropositivo desde 1989. Em 11 de outubro de 1996, a AIDS leva mais um grande poeta dos anos 80. Renato vem a falecer em decorrência desta doença.

 

Política de Privacidade

Skooter 1998 - 2008