Legião Urbana Uma Outra Estação
Bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet

eXTReMe Tracker
 

  Legião Urbana prepara novo disco

Em estúdio desde janeiro, Renato Russo explica como será o álbum da banda

(O Estado de São Paulo - 06/05/1996)

(Por Marina Della Valle)

 

Em time que está ganhando não se mexe. Essa máxima popular pode ser aplicada ao grupo Legião Urbana. Em estúdio desde janeiro, o vocalista Renato Russo, o guitarrista Dado Villa-Lobos e o baterista Marcelo Bonfá trabalham em seu novo disco, que deve ser batizado de A Tempestade.

De acordo com Russo, o álbum não apresenta muitas inovações em relação aos outros trabalhos da banda. A gravadora EMI-Odeon ainda não tem data marcada para o lançamento, previsto para este ano.

"É um disco igualzinho aos outros, o mesmo Legião de sempre", explica Russo. Ele define o novo trabalho como uma mistura dos álbuns Dois (1986) com As Quatro Estações (1989) e partes do que ele classifica como "discos sérios", V (1991) e O Descobrimento do Brasil (1994).

Russo anuncia uma obra melancólica. "Este foi um ano ruim", lamenta-se. "Perdi meu namorado, tinha de ser assim." O grupo segue a linha da crítica social e espiritualidade que vem fazendo desde As Quatro Estações (1989), que alcançou a marca de 870 mil cópias vendidas.

A Tempestade deve trazer canções sobre esperança. "A gente tenta ser do bem e olhar para frente", diz Russo. A banda não esquece a crítica social que deu o tom aos primeiros álbuns. "Não posso dizer que todo mundo está feliz na praia, dançando a dança da garrafa, quando está tudo ruim."

 

 

Política de Privacidade

Skooter 1998 - 2008