Legião Urbana Uma Outra Estação
Bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet

eXTReMe Tracker
 

Administrador se suicida em Maceió ouvindo Legião Urbana

Rapaz de 23 anos entrou em depressão após morte do cantor

(Folha de São Paulo - 17/10/1996)

 (Por Ari Cipola)

 

O administrador de empresas Josenilton Constantino de Oliveira Nascimento, 23, se suicidou na noite de anteontem, em Maceió (AL), enquanto ouvia músicas da banda Legião Urbana.

O delegado do 2º Distrito Policial de Maceió, Egivaldo Lopes de Messias, afirmou que o aparelho de som do administrador estava ligado, com um CD do grupo dentro.

''Depois da morte do Renato Russo, meu filho se trancou em casa. Andava muito triste, sem vontade para nada. Colecionava fotografias e CDs do grupo'', afirmou seu pai, João Constantino Nascimento.

É o segundo caso de suicídio no Nordeste por causa da morte de Renato Russo. Na última sexta, o estudante Luis de Souza Araújo, de 22 anos, deu um tiro na cabeça em Euclides da Cunha (BA), inconformado com a morte do cantor.

O pai de Nascimento, que é motorista do governador Divaldo Suruagy (PMDB), disse que foi à casa do filho e encontrou o corpo no quarto, com um tiro na cabeça.

Em sua casa, Nascimento deixou um bilhete falando em ''melancolia'', ''tristeza'', ''solidão'' e ''saudade'', mas sem fazer referência direta à morte de Renato Russo.

''Fui chato, complicado, estranho... Andei muito, tentei aproveitar, experimentei um pouco de cada coisa. Procurei felicidade, mas a tristeza sempre vinha para acabar com tudo. A gente tem todo direito de fazer o que quiser de nossa vida, falem o que quiserem falar'', diz a carta.

Nascimento conclui sua despedida perguntando: ''Vale a pena viver um caminho incompleto, angustiado, um caminho infeliz?''.

 

Política de Privacidade

Skooter 1998 - 2008