Legião Urbana Uma Outra Estação
Bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet
bullet

eXTReMe Tracker
 

POETA DE UMA GERAÇÃO

(Estado de Minas - 20/10/1999)

(Por Helvécio Carlos)

 

Renato Russo nunca conseguiu realizar, em vida, um de seus maiores desejos: gravar com o Legião Urbana uma canção do Menudo, um dos grupos mais bregas que passaram pela história recente da música pop. Por motivos óbvios, não dobrou os companheiros de banda - Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos. Só agora, três anos depois da morte de um dos maiores letristas brasileiros, o sonho se realiza. "Hoje a noite não tem luar", versão de Carlos Colla para um dos hits do grupo de Ricky Martin, composta por A. Monroy e C. Villa de La Torre, é uma das 14 canções incluídas no roteiro do acústico MTV, gravado em São Paulo, sete anos atrás. "Demos esse grande prazer póstumo a ele", confessa Dado. Anteontem o disco foi lançado no Sesc Pompéia, na capital paulista, e deve chegar às lojas na próxima semana junto com uma fita VHS, um registro antológico da gravação.

Os mais radicais devem estar de cabelo em pé. Nem tanto pelo fato de a gravação de tal música dos meninos de Porto Rico - que a voz de Renato transformou em uma bela canção de amor -, mas sim por Dado e Marcelo decidirem colocar um produto tão antigo no mercado. Afinal, já são sete anos desde o encontro produzido pela MTV e a morte do líder do grupo. Os rapazes são contra esse tipo de afirmação. Marcelo Bonfá é quem tenta explicar. "À essa época tínhamos outras coisas a fazer e, por isso, foi mais difícil produzir o disco. A falta que Renato está fazendo foi um dos motivos para lançar o material", conta. "Mesmo porque a idéia inicial não era essa. Topamos a história de gravar o programa para a MTV apenas como opção de divulgação do disco "V". Assim não seria preciso preocupar com os clipes", emenda Dado. Os argumentos contra o oportunismo não param por aí. "O Legião sempre foi carente de imagens. A fita corresponde a um grande anseio dos fãs", afirma o guitarrista.

Dado tem razão. O vídeo é um registro histórico de importância inquestionável na carreira do grupo. O clima é de absoluta descontração, em especial para Renato que brinca com a platéia e os músicos, garantindo os melhores momentos no programa, cantando ou conversando. Como aconteceu na gravação da canção do Menudo. Entre uma canção e outra houve um problema técnico. As cordas de um violão precisariam ser trocadas. Foi aí que Renato Russo atacou. "Vou tocar uma música do Menudo !". A platéia veio abaixo. "Não, não toca", pediram. Alguém da produção deu a senha. "Tá, pode tocar. Tem tempo pra troca das cordas". Renato voltou atrás. "Não vou cantar. Tenho vergonha (risos). Não está gravando, não é ? A música é cafona, mas é bonita", brincou antes de cantar "Hoje a noite não tem luar", um dos melhores momentos do home vídeo.

Na linha de covers estão incluídas outras canções que estavam entre as preferidas de Renato Russo. No disco estão também "The Last Time I Saw Richard", de Jony Mtichell, e "Head On", do Jesus & Mary Chain. "On the Way Home", de Neil Young, já incluída em "Música para Acampamento", ganha uma nova versão, acrescida de "Rise", de Nill Laswell. O que era bom ficou ainda melhor.

 

Política de Privacidade

Skooter 1998 - 2008